domingo, 22 de julho de 2018

Policial é preso acusado da morte de menor em praça de Ponta Porã

24 NOV 2010Por MERCOSULNEWS16h:01

Dois irmãos, um deles suboficial da Polícia Nacional do Paraguai, lotado na comissaria da localidade de Guavira, foram presos esta manhã por agentes do Departamento de Homicídios de Pedro Juan Caballero, acusados de serem autores do assassinato do adolescente Diosnel González Benitez, 16 anos, na madrugada de hoje em Pedro Juan.

Durante as investigações, os policiais paraguaios chegaram aos dois suspeitos. Estão presos Rubén Darío Díaz Sánchez, 21 anos e seu irmão Reinaldo Díaz Sánchez, 19 anos, suboficial-ajudante da Polícia Nacional do Paraguai e que presta serviços em Guavira, no vizinho Departamento (Estado) de Amambay, informou site Capitán Bado.

Testemunhas ouvidas pela polícia apontaram o policial paraguaio como autor do disparo que tirou a vida de Diosnel Benítez nesta madrugada. O jovem festejava seu aniversário em companhia de várias mulheres numa praça da linha internacional. Os dois negaram terem sido autores do delito, mas as testemunhas não têm dúvida.

Em poder do suboficial foi apreendida uma pistola calibre 9 milímetros, marca Taurus PT, niquelada, idêntica à descrita pelas testemunhas do crime. Os acusados foram levados para a sede da Homicídios para serem interrogados. Com a ação, a polícia pode ter esclarecido o crime e deve divulgar o motivo até o final da tarde.

Leia Também