Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

Capital

Policial acusado de disparar contra a ex-mulher está afastado do cargo

16 MAI 2011Por Laís Camargo14h:40

Esta manhã o policial militar Marcus Ramos Gonçalves, 36 anos, apresentou-se para trabalhar e imediatamente teve a pistola .40 recolhida e foi afastado das atividades. Ontem pela manhã ele teria usado esta mesma arma para atirar contra a ex-mulher, que registrou denúncia na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) e afirmou que seria a quarta vez que Marcus fez isso.

Segundo informações da Polícia Militar, Marcus trabalha no setor administrativo, é alcoólatra em recuperação e há pouco tempo abandonou o tratamento. Uma sindicância foi instaurada para averiguar se arma utilizada é a mesma cedida pela corporação, o que caracterizaria transgressão da disciplina e outros crimes militares. Paralelamente ocorre um inquérito da Polícia Civil, devido ao registro da ocorrência ter sido feito na Deam.

Antecedentes

De acordo com informações da Polícia Civil, Marcus possui uma série de antecedentes como vias de fato, desobediência e resistência à abordagem. Foi preso em flagrante em 2007 por dirigir embriagado, adulteração de sinal de identificação de veículo e ameaça.
 

Leia Também