Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 17 de dezembro de 2018

FRONTEIRA

Policiais rodoviários federais detidos no Paraguai durante perseguição a motorista

30 MAR 2011Por EDILSON JOSÉ ALVES/PONTA PORÃ20h:45

Dois agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram detidos após terem cruzado a linha divisória de Pedro Juan, no Paraguai, fronteira com Ponta Porã (MS), durante perseguição a um homem que teria provocado um acidente no lado brasileiro. Os policiais só foram liberados depois de uma negociação envolvendo os consulados dos dois países.

Conforme as informações da Polícia Nacional do Paraguai, na terça-feira por volta das 9h30min., o chefe do departamento de navegação e portos em Pedro Juan Caballero, Ramón Cantaluppi, acionou os policiais ao ver uma viatura da PRF cruzando a linha de fronteira durante perseguição a uma caminhonete F-1000, com placas AOF-783, do Paraguai, conduzida pelo brasileiro Gilmar Neves, de 36 anos.

Uma equipe da Polícia Nacional foi até a rodovia Ruta V e se deparou com os policiais brasileiros. Eles foram detidos e levados para a delegacia situada na Vila Industrial, em Pedro Juan Caballero.

Os agentes Henrique Walter Amaral, de 29 anos, e Clistenes Vieira da Fonseca, de 32 anos, explicaram a situação ao chefe de polícia, Jorge Almada, que por sua vez transmitiu o comunicado sobre o ocorrido aos consulados do Brasil e do Paraguai.

Depois de uma reunião entre o vice-cônsul do Brasil, Leonardo Bittar, e o cônsul do Paraguai no Brasil, Luís Sosa de Larrosa, acompanhado de um representante do Ministério Público, foi feito um acordo entre as partes e os policiais foram liberados e puderam retornar para Ponta Porã com a viatura policial.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também