Quarta, 13 de Dezembro de 2017

CANADÁ

Políciais podem ter adulterado teste alcoólico de Justin Bieber, diz site

24 JAN 2014Por FOLHA PRESS22h:00

O teste sanguíneo aplicado em Justin Bieber pela polícia de Miami aponta que o cantor de 19 anos não estava embriagado.

A informação foi divulgada hoje pelo site TMZ.

Segundo o portal, o exame indicou que Bieber apresentava índice de 0.14 de álcool no sangue, quando foi flagrado pelos policias.

Ele foi preso por causa de um racha e por dirigir sobre influência de álcool e drogas, além de resistir à cadeia e estar com a habilitação vencida, na madrugada de ontem.

O índice de 0.14 representa uma quantidade ínfima de álcool no organismo, pouco acima do máximo permitido, 0.8.

Policiais haviam informado ao TMZ que o exame havia apontado índice de 0.40.
Segundo o portal, pode ter havido uma falsificação do relatório policial. O site relata ainda que o departamento policial de Miami já sofreu problemas de credibilidade em casos anteriores.

De acordo com o TMZ, alguém com o tamanho de Bieber registraria índice maior que 0.14 com apenas uma cerveja.

Segundo relatos policiais ao site, Justin Bieber exalava forte cheiro de álcool durante sua prisão. "Eu imediatamente senti o cheiro de álcool emanando da respiração do motorista", havia dito um policial.

O cantor, no entanto, teria insistido na cena do crime de que não estava bêbado. Autoridades disseram que ele falhou nos testes de sobriedade no momento da prisão.

O cantor foi liberado horas depois da detenção.

Segundo o departamento policial, ele confessou uso de álcool, maconha e outros remédios de uso controlado.

Um juiz estipulou fiança de US$ 2.500 (cerca de R$ 6.000) ao artista.
 

Leia Também