Domingo, 24 de Junho de 2018

Policiais paulistas são acusados de vender dados

20 AGO 2009Por 13h:15
     

        Delegados de classe especial da polícia teriam recebido dinheiro para quebrar o sigilo de dados criminais de 60 mil pessoas supostamente a pedido de funcionários da Petrobras. A acusação de uso indevido da máquina da polícia em favor da empresa estatal motivou denúncia assinada por dez policiais da Divisão de Capturas. Eles encaminharam a acusação à Corregedoria da Polícia Civil, que abriu inquérito sobre o caso. De acordo com a denúncia, a remuneração seria paga por ficha criminal consultada. A existência do caso foi confirmada pelo diretor da Divisão de Capturas da Polícia Civil, delegado Sérgio Abdalla, que afirmou ter determinado a imediata cessação das pesquisas. ?Achei irregular e determinei que parassem.? Abdalla negou, no entanto, que o serviço fosse feito em troca de dinheiro e disse que se tratava de prática havia cerca de 15 anos no setor.

        Com informações do Estadão
        

Leia Também