Terça, 23 de Janeiro de 2018

Policiais de MS receberão 200 fuzis AR 15

6 DEZ 2008Por 22h:02
     

        Karine Cortez

As polícias Militar e Civil de Mato Grosso do Sul terão maior poder de fogo a partir do próximo ano com a aquisição de 200 fuzis AR15. Ontem a Polícia Militar (PM) recebeu 1000 pistolas ponto 40 em substituição ao revólver calibre 38. "As pistolas têm capacidade para 15 tiros, já um revólver apenas seis tiros. Além de que ela pode ser utilizada parar o bandido com um só tiro", enfatizou o secretário de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Wantuir Jacini. Já os fuzis, segundo Jacini, serão utilizados por equipes de policiais e em situações especiais como, por exemplo, assalto a bancos. A Polícia Civil (PC) será contemplada com 400 pistolas.

Além dos armamentos que vão aumentar o poder de fogo das polícias, o governador André Puccinelli, anunciou a compra de 300 viaturas, sendo deste total 146 camburões com tração. Além, disso o Estado adquiriu mil computadores e entregou 7 mil novos fardamentos para as coorporações. "Nosso policial tem que ser rápido e fuzilar o bandido se necessário. É claro que a polícia não sairá matando inocentes, mas será mais enérgica com os bandidos", enfatizou o governador. Wantuir Jacini ressaltou que a muito tempo os bandidos já dispõe de pistolas e fuzis. "O que estamos fazendo é equilibrar a situação entre bandido e polícia", disse o secretário de segurança.

Policiamento de Natal

Desde a manhã deste sábado a população de Mato Grosso do Sul conta com mil novos policiais no patrulhamento das regiões centrais onde existem estabelecimentos comerciais. Trata-se de alunos em formação na Polícia Militar que até o dia 1º de janeiro estarão realizando aula prática oferecendo segurança às pessoas que vão às compras de Natal. A solenidade de início da "Operação "Feliz Cidade" foi realizada na manhã de ontem na Praça do Rádio.

Somente em Campo Grande 370 PM?s estarão atuando nas ruas da região central, nas avenidas Eduardo Elias Zahran e Júlio de Castilhos, além da Rua Euclides da Cunha. No entanto, contando com os instrutores do alunos e também do efetivo que já faz o patrulhamento, o número de policiais fica acima de 400. Os demais serão distribuídos para cidades do interior do Estado. "Apesar de serem alunos, os policiais estão preparados para agir em caso de assaltos", enfatizou Jacini. O policiamento começa às 8h e termina às 23h.

Embora o Estado esteja oferecendo maior segurança à população, é necessário que as pessoas tomem cuidados básicos para evitar assaltos. De acordo com a Polícia Militar, evitar contar dinheiro na rua, andar com a bolsa sempre fechada e, se possível, utilizar cheques ou cartões para pagar as compras, são alguns cuidados que dificultam a ação dos bandidos.

        Os mil novos policiais deverão ser incorporados ao contingente entre fevereiro e maio de 2009.

Leia Também