Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Polícia Rodoviária barra 12,3 kg de coca que seguiam para Bataguassu

22 JAN 10 - 08h:05
A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) barrou a remessa de 12,3 quilos de cocaína em Ivinhema. A apreensão aconteceu na noite de quarta-feira, por volta das 21h50min, na altura do quilômetro 148 da rodovia MS-276, onde os policiais militares da base operacional de Amandina interceptaram o veículo Fiat Fiorino de placas ADF-5713, de Iguatemi (MS), ocupado por C.O., 35 anos, e M.G., 23 anos, ambos residentes em Iguatemi. Durante revista no veículo, os militares encontraram na parte interna, atrás dos bancos, dentro da lataria, 12 tabletes de pasta-base que pesaram 12,3 quilos. Segundo a PRE, o motorista, C.O., informou que foi contratado por M.G. para levar o carro até a cidade de Bataguassu, uma vez que este não tem habilitação. Afirmou, ainda, que receberia do amigo R$ 200 pelo favor. Ainda conforme a Polícia Rodoviária, M.G., por sua vez, declarou que estava em um bar em Iguatemi, onde foi contratado por uma pessoa conhecida como “Sabugo” para que utilizasse seu veículo no transporte de “uma pequena quantidade de entorpecente”, não sabendo o volume exato, o tipo e o local em que estaria escondida no Fiat. O preso contou também que receberia R$ 2 mil pelo serviço e que a viagem teria como destino o Posto Prudentão, localizado em Bataguassu. M.G. disse que uma pessoa que ele não conhece pegaria o veículo para a retirada da droga, devolvendo-o posteriormente. Os dois ocupantes do Fiat foram presos e encaminhados à delegacia de polícia.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Prefeito acredita que eleitor vota em pessoas e não partidos
ELEIÇÕES 2020

Prefeito acredita que eleitor vota em pessoas e não partidos

Governador diz que Bolívia <br> quer posto alfandegário em MS
MAIS PARCERIA

Governador diz que Bolívia
quer posto alfandegário em MS

Software vai liberar alvará<br> online em até 48 horas
'ALVARÁ IMEDIATO'

Software vai liberar alvará online em até 48 horas

ORÇAMENTO

Guedes tenta obter mais R$ 20 bilhões para evitar apagão

Mais Lidas