Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

CRIMES

Polícia registra homicídios em Dourados e Rio Brilhante

29 NOV 2010Por Fábio Dorta/Dourados10h:32

O plantão do 1º Distrito Policial de Dourados registrou mais um caso de homicídio na Reserva Indígena. Por volta das 19h30 de sábado o índio guarani Abel Braga Velasques, 20 anos, que era conhecido como ‘Abelzinho’, morreu depois de ser atingido por um tiro de revólver nas costas.

Testemunhas contaram que o indígena, que era morador da Aldeia Jaguapiru, trafegava de bicicleta por uma estrada vicinal em companhia da esposa Lucicleide Flores, 20 anos, quando dois homens que estavam em uma motocicleta se aproximaram deles, o que estava na garupa disparou o tiro fatal.

A polícia investiga informações de lideranças indígenas de que o crime tenha sido cometido por um homem que seria pai de uma jovem que foi assassinada e que Abel seria o principal suspeito do homicídio. Até o final da tarde de ontem o assassino do indígena, nem o comparsa tinham sido localizados.

Rio Brilhante

Já em Rio Brilhante, por volta das 23h de sábado Everson Benites, 36 anos, conhecido como ‘Gordinho’ foi morto com três facadas na região do tórax. O crime aconteceu na Rua Antonio João no bairro Nova Esperança. O autor do homicídio, Junior Felicio Martis foi preso em flagrante.

Conforme a polícia os dois se conheciam e pouco antes de morrer Benites teria ido até a casa de Antonia, mãe de Júnior, para buscar comida. Logo depois Junior foi até a casa da vítima e os dois iniciaram uma discussão, quando o autor do homicídio, armado com uma faca, cometeu o assassinato.


 

Leia Também