Sábado, 23 de Junho de 2018

Polícia procura milionário britânico acusado de assassinato

29 MAI 2009Por 13h:52
     

        A polícia da França está à procura de um milionário britânico acusado de ter matado sua companheira, uma empresária polonesa de 36 anos, encontrada morta na banheira de uma suíte do luxuoso Hotel Bristol, em Paris, na noite da última terça-feira. A Justiça francesa determinou a abertura de investigações nesta sexta-feira e poderá emitir um mandado de prisão internacional contra o britânico, segundo fontes judiciais do país. Ian Griffin, 39 anos, filho de uma rica família inglesa e proprietário de uma rede de estúdios de bronzeamento na região de Manchester, estava hospedado na suíte com a vítima e foi visto, pela última vez, deixando o hotel em um Porsche cinza horas antes da descoberta do cadáver.
        
        O corpo da polonesa, Kinga Legg, estava coberto de hematomas. A empresária, proprietária de uma trading, teria morrido em decorrência dos inúmeros golpes sofridos.  A suíte do Bristol foi praticamente destruída. A polícia encontrou papeis de parede arrancados, móveis quebrados e manchas de sangue nas paredes e no chão, indicando uma violenta briga entre o casal.

        Com informações do Estadão
        
        

         

Leia Também