NAVIRAÍ

Polícia prende quadrilha por roubo de caminhonete seguido de sequestro

Polícia prende quadrilha por roubo de caminhonete seguido de sequestro
04/09/2012 18:00 - Taryne Zottino


A Polícia Civil de Naviraí (MS) prendeu quatro homens em flagrante pelo roubo de uma caminhonete S-10 seguido do sequestro de um empresário de 43 anos na noite de ontem (03). Jeferson Alves Ferreira, 27 anos, Francisco Ibarra Vera, 39, Emanuel Eduardo dos Santos e Eberson Carvalho Miranda Viana, ambos de 23 anos também são suspeitos de envolvimento em outros roubos de veículos ocorridos na cidade. 

Jeferson e Francisco foram capturados às 23h30min após participação no roubo. Eles confessaram que iriam funcionar como “batedores de estrada”, no trajeto entre Naviraí e Paraguai. No momento da abordagem, estavam em um veículo Kia Rio vermelho com placas do Paraguai.

Na madrugada de hoje (04), por volta da uma hora, policiais rodoviários federais e policiais militares abordaram a S-10 roubada e prenderam Eberson e Emanuel. Os dois estavam levando a vítima M.F., de 43 anos, amarrada no banco traseiro. Com eles, os policiais apreenderam uma arma de fogo do tipo pistola, calibre 9mm.

Os homens foram autuados por roubo, formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo. Agora a Polícia Civil investiga a possível participação da quadrilha em outros roubos de veículos ocorridos em Naviraí e região. 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".