Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

GOLPE

Polícia prende estelionátario em Mundo Novo

Polícia prende estelionátario em Mundo Novo
12/03/2011 15:59 - Evelyn Souza com A Gazeta News


Um homem de 39 anos acusado de aplicar vários golpes no comércio foi preso por policiais militares na manhã de hoje (12), em Mundo Novo.

Aguilar Fernando de Melo Silva, conhecido como “Sherlocão”, é morador de Dourados e têm passagem pela polícia, onde cumpriu pena por uso de documento falso.

De acordo com informações dos policiais, a prisão de Aguilar ocorreu após denúncia de uma comerciante que desconfiou do autor quando o mesmo realizou uma compra de R$ 446 e tentou pagá-la com um cheque especial do Banco Bradesco de Eldorado (MS) no valor de R$ 900, cujo o troco seria de R$ 560. O títular do cheque seria um produtor rural.

Após ser detido, “Sherlocão” confessou que a lâmina de cheque era clonada, assim como outra lâmina encontrada com ele no mesmo valor. Aguilar também apresentou uma identidade em nome de Valdir Pereira dos Santos, que tinha registro de extravio na Capital desde o ano de 2007.

No espaço destinado a fotografia do titular do RG constava uma foto do estelionatário, que utilizava ainda o CPF de Valdir como se fosse seu. Para dar mais veracidade ao golpe, ele carimbou no verso do cheque, que era nominal a Valdir, o nome da  fazenda do titular da conta.

“Sherlocão” confessou que tinha um companheiro que o ajudava nos golpes, conhecido apenas como “Ricardo”, que conduzia um veículo GM Corsa Sedan, de cor prata. Os policias realizaram buscas, porém não encontraram o outro estelionatário.

Aguilar foi preso e encaminhado à cadeia Pública de Mundo Novo (MS).
 

Felpuda


Outrora afinadíssimo com o presidente Jair Bolsonaro, parlamentar sul-mato-grossense começou a ser escanteado em consequência de uma das crises políticas de grande repercussão. A figura entrou em campo e botou falação sobre o que estava ocorrendo, e isso soou que só como crítica pesada ao governo, que, como não poderia deixar de ser, não gostou nadica de nada. Há quem diga que o dito-cujo é muito levado “pelo sangue”. Então, tá!...