CAMPO GRANDE

Polícia prende bandidos que roubaram joia avaliada em R$ 80 mil

Polícia prende bandidos que roubaram joia avaliada em R$ 80 mil
18/02/2014 18:05 - Gabriel Maymone e Vânya Santos


A Delegacia Especializada na repressão ao Crime Organizado (Deco) apresenta, amanhã (19), dois suspeitos de roubarem uma joia avaliada em R$ 80 mil de um pecuarista.

Segundo a polícia, a dupla e mais um comparsa, que já está preso, abordaram a vítima, no centro de Campo Grande. O pecuarista estava em uma caminhonete, quando parou para deixar uma pessoa e saiu. Em seguida, ele parou em um semáforo, momento em que foi abordado pelos criminosos.

Policial executado
O investigador da Delegacia Especializada contra Roubos e Furtos (Derf), Dirceu Rodrigues dos Santos, foi executado com um tiro na cabeça, quando investigava o furto da joia. O crime ocorreu no dia 28 de janeiro, mesma noite em que o primeiro suspeito do roubo foi preso.

O policial e um colega chegaram ao local depois de receberem a informação de que uma quadrilha estava vendendo joias por um preço muito abaixo do mercado.

O assassinato aconteceu depois que os policiais chegaram ao depósito, no Bairro Jardim Bálsamo, e foram reconhecidos pelos criminosos. O colega de Dirceu foi agredido, mas conseguiu escapar.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".