Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Capital

Polícia prende assassinos e esclarece crime

28 JAN 2014Por DA REDAÇÃO00h:00

Policiais civis concluíram as investigações que esclareceram o homicídio praticado contra D.A. (52), vulgo “Paulista” e da tentativa de homicídio contra Marcelo de Souza Silva (29), conhecido como “Coiote”, ocorridos na noite de 26 de dezembro do ano passado, em frente a um bar, na Rua Pontalina, Vila Santo Eugênio, nesta capital.

Segundo as investigações, os crimes foram praticados por José dos Santos (64), vulgo “Zé Bodega” e por Aparecido Donizete Martins (53), vulgo “Branco”, sendo que ambos tinham desavenças contra as vítimas e por tal razão montaram uma associação criminosa para surpreender e ceifar a vida das vítimas.

Ficou apurado que “Branco” forneceu a arma do crime, um revólver calibre 38, completamente municiado, bem assim levantou o local onde as vítimas estavam, e ainda, ofereceu o transporte ao executor, “Zé Bodega”, que no local dos fatos desfechou dois tiros contra “Coiote”, o qual sobreviveu após receber socorro, bem como um tiro mortal contra “Paulista”.

No curso das investigações foi representada pela prisão preventiva dos autores, tendo o Juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri desta capital, prontamente expedido os respectivos mandados, os quais foram cumpridos na noite da última sexta-feira (24), por policiais da 4ªDP.

Os policiais também cumpriram nesta manhã, mandado de prisão condenatório de roubo contra “Coiote”, estando os autores e a vítima sobrevivente presos e à disposição da Justiça.

Após regularmente interrogados, os autores confessaram os crimes e por essa razão foram indiciados pela prática de homicídio doloso qualificado e tentativa de homicídio doloso qualificado. Caso condenados poderão receber penas que se somadas ultrapassam 30 (trinta) anos de prisão.

Leia Também