Segunda, 18 de Junho de 2018

Polícia pede prisão preventiva de amante de Bruno

30 JUL 2010Por 14h:00
     

O delegado Edson Moreira afirmou, nesta sexta-feira (30), que a polícia pediu à Justiça de Minas Gerais a prisão preventiva de Fernanda Gomes de Castro, amante do goleiro Bruno de Souza. O pedido inclui ainda, segundo Moreira, a prisão preventiva dos outros oito suspeitos de envolvimento no sumiço e na suposta morte de Eliza Samudio.

No início de julho, a Justiça mineira decretou a prisão temporária de oito suspeitos. Com o novo pedido, a polícia pretende estender a permanência deles na cadeia.

Fernanda foi indiciada pelos crimes de homicídio, sequestro e cárcere privado, ocultação de cadáver, formação de quadrilha e corrupção de menores. Devem responder pelos mesmos crimes o goleiro Bruno, Luiz Henrique Ferreira Romão (conhecido como Macarrão), Flávio Caetano de Araújo, Wemerson Marques de Souza, Dayane Souza (mulher de Bruno), Elenilson Vitor da Silva e Sérgio Rosa Sales (primo do atleta).

O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola e Paulista, foi indiciado por homicídio qualificado, formação de quadrilha e ocultação de cadáver.

Fernanda Gomes de Castro, amante do goleiro Bruno, é a única dos indiciados que está em liberdade.

Leia Também