Quinta, 19 de Abril de 2018

Polícia pede a prisão do irmão de acrobata assassinado no Rio

22 OUT 2009Por 10h:23
     

        A polícia pediu ontem a prisão preventiva de Anderson Guimarães de Jesus, de 39 anos, irmão do acrobata Caio Marcelo Guimarães de Jesus, de 36 anos, encontrado morto em seu apartamento na noite de segunda-feira. Segundo o delegado Fernando Veloso, que investiga o caso, ele é o principal suspeito do crime.  Anderson foi visto saindo do prédio onde Caio morava, em Santa Teresa, na zona sul do Rio de Janeiro, na segunda-feira com uma mala. Ele ainda não foi encontrado para prestar depoimento e não compareceu ao enterro do irmão, anteontem à tarde. A arma usada na morte do acrobata foi uma marreta, que estava no apartamento embrulhada em um saco plástico. Foram levados alguns objetos pessoais, entre eles um computador.

        Com informações do Estadão

         

Leia Também