Quinta, 18 de Janeiro de 2018

Polícia não descarta hipótese de Michael Jackson ter sido morto

10 JUL 2009Por 13h:15
     A Polícia de Los Angeles informou na quinta-feira, 9, que não descarta homicídio como causa da morte de Michael Jackson, embora espere os resultados toxicológicos da autópsia do cantor para tirar as dúvidas. Após 15 dias de investigação, a Polícia trabalha principalmente com duas hipóteses para explicar a morte de Michael em 25 de junho, homicídio ou overdose.

        "Ainda estamos esperando que legistas corroborem a causa da morte. Isso vai depender muito dos relatórios toxicológicos. Sobre essa base, teremos uma ideia sobre o que estamos tratando: homicídio ou overdose acidental", assegurou o chefe de Polícia William Bratton à rede CNN.

         

Leia Também