Domingo, 10 de Dezembro de 2017

CORUMBÁ

Polícia Militar Ambiental apreende
403 kg de peixe e 400 metros de rede

2 FEV 2014Por DIÁRIO CORUMBAENSE17h:30

A Polícia Militar Ambiental apreendeu na noite de ontem (1º), 403 kg de pescado e 400 metros de rede de pesca, um apetrecho proibido pela legislação por ter alto poder de depredação dos cardumes.

Com a abertura do pesque e solte no dia 1º de fevereiro, a equipe da PMA fazia fiscalização no rio Paraguai, quando no local denominado “Baía do Chané”, na região do Amolar, surpreendeu o pescador que estava em uma embarcação. Entre o pescado que havia sido capturado com rede por ele, estavam peixes com tamanho inferior ao permitido pela lei ambiental.

Além dos 400 metros de rede (foto acima), os policiais apreenderam um barco de alumínio, um motor de popa, quatro recipientes contendo 311 kg de filé de pintado, 50 unidades de pacu, totalizando 77 kg, sendo vários exemplares inferiores ao tamanho mínimo de captura, um dourado, pesando 4 kg e um tambaqui, pesando 11 kg.

O homem foi preso por pescar em período de defeso, com uso de apetrecho proibido e capturar pescado fora da medida permitida. Ele foi levado para a Polícia Federal, onde foi autuado em flagrante por crime ambiental, cuja pena é de um a três de detenção, e liberado após pagar fiança. O pescador também recebeu multa administrativa da PMA no valor de R$ 8.760,00.

De acordo com a Polícia Ambiental, essa foi a maior apreensão de pescado durante a piracema. Depois de periciados, os peixes apreendidos serão doados para instituições filantrópicas.

Leia Também