Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

Polícia já identificou suspeitos de roubar fuzis de quartel

11 MAR 2009Por 12h:15
     

        Policiais civis e militares do Exército fizeram ontem a reconstituição do roubo de sete fuzis 762 do 6º Batalhão de Infantaria Leve do Exército de Caçapava, no interior de São Paulo. O roubo ocorreu durante a troca de turno na noite de domingo, quando cinco homens invadiram a base e renderam dois soldados. Não podemos dar detalhes das investigações, mas elas seguem em parceria com o Exército, disse o delegado de Caçapava, Neimar Mendes. A polícia já tem suspeitos, e hoje deve divulgar cinco retratos falados. Depois da reconstituição, cerca de 200 homens do Exército, acompanhados de policiais militares, voltaram a vasculhar ruas nas periferias de São José dos Campos e Caçapava, atrás das armas. O distrito de Eugenio de Melo, em São José dos Campos, teve as entradas bloqueadas pelos soldados. De uniformes do Exército, levados por caminhões e helicópteros, os militares revistavam pessoas, carros e terrenos.

        Com informações do Estadão
        
        
        
        

         

Leia Também