Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

Polícia indicia duas pessoas por campanha contra a governadora do RS

31 AGO 2009Por 15h:00
     

        A Polícia Civil indiciou o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) do Rio Grande do Sul, Celso Woiciechowski, e a vice-presidente da entidade e presidente do Centro dos Professores do Estado (CPERS), Rejane Silva de Oliveira, por peculato e crime à honra decorrente de uma campanha publicitária contra a governadora Yeda Crusius (PSDB). Segundo corporação, o indiciamento está embasado no inquérito remetido hoje à Justiça. Presidido pelo delegado Cléber Moura Ferreira, titular da 3ª Delegacia de Polícia da Capital, o documento salienta que a campanha publicitária, vinculada entre maio e junho na mídia, "extrapolou os limites razoáveis do que se pode chamar de liberdade de expressão ou algo que o valha, ofendendo a pessoa da governadora do Estado".

        Com informações do Estadão
        

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também