Quarta, 13 de Dezembro de 2017

NA QUARTA-FEIRA

Polícia francesa se pronunciará sobre acidente de Schumacher

6 JAN 2014Por FOLHAPRESS10h:45

A procuradoria francesa afirmou que vai se pronunciar nesta quarta-feira sobre a investigação do acidente de esqui sofrido por Michael Schumacher no último dia 29. A informação foi divulgada hoje pelo procurador Patrick Quincy. Schumacher sofreu traumatismo craniano enquanto esquiava em uma área fora da pista da estação e se chocou com uma pedra. Ele esquiava com o filho Mick, 14, e três amigos, em Méribel, onde tem residência particular. O impacto da batida quebrou o capacete do ex-piloto.  A procuradoria já ouviu a porta-voz do ex-piloto, Sabine Kehm, o filho de Schumacher, Mick, de 14 anos, e um amigo que o acompanhava na hora. Na sexta-feira, a câmera que estava acoplada ao capacete do alemão no momento do acidente foi entregue pela família à polícia. De acordo com a porta-voz, a câmera do capacete foi voluntariamente dada pela família às autoridades de investigação. 

Quincy afirmou que investigadores franceses estão tentando obter as supostas imagens da queda de Michael Schumacher. Segundo a revista alemã "Der Spiegel", um turista que filmava a namorada na estação de Méribel captou ao fundo a queda de um esquiador em baixa velocidade que pode ser o ex-piloto alemão. O alemão está em coma induzido e passou por duas cirurgias no Centro Hospitalar Universitário de Grenoble. A primeira delas foi em caráter emergencial, uma vez que Schumacher chegou ao hospital consciente, mas desorientado, com lesões no cérebro e hemorragia.

No dia 31, após a condição clínica do ex-piloto apresentar leve melhora, uma nova operação foi conduzida para tratar os efeitos do sangramento interno na cabeça e diminuir a pressão intracraniana. Foi a última informação passada pelos médicos. O último pronunciamento sobre o estado de saúde do piloto foi através de Sabine Kehm, porta-voz do alemão, na quarta-feira. Schumacher está internado em estado crítico, mas estável. Schumacher é o piloto com mais títulos mundiais na história da F-1 -sete entre 1994 e 2004- e venceu 91 provas em sua carreira. 

Leia Também