Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

Polícia Federal desmonta esquema de fraudes no INSS

17 DEZ 2008Por 12h:09
     

 

A Delegacia de Repressão a Crimes Previdenciários (Deleprev), da Polícia Federal, com apoio da Força Tarefa Previdenciária (FTPREV) iniciou nesta quarta-feira (17) a Operação Inseminação Artificial, que tem como objetivo apurar fraudes e punir os infratores do Sistema Geral de Previdência Social.

 

 

A polícia descobriu uma organização criminosa que atuava em agências do INSS em Miguel Pereira, no Rio de Janeiro. A quadrilha tinha participação de servidores do INSS e de um vereador eleito que garantiam a concessão de benefícios a pessoas que já tinham morrido ou não estavam no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), por meio de Guias de Recolhimento do FGTS de Informações à Previdência Social (GFIP?s).

 

A quadrilha atua desde 2005 e já causou um prejuízo de dez milhões de reais aos cofres públicos. O Ministério Público Federal denunciou seis pessoas do grupo por formação de quadrilha e peculato. A pena pode chegar a 15 anos de reclusão, além da obrigação de ressarcir os prejuízos causados e a perda do cargo público.

 

Com informações do site G1

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também