Sexta, 19 de Janeiro de 2018

Polícia fecha cerco contra "sumiço" do garoto Dudu

20 MAR 2009Por 12h:09
     

        

 

A delegada da Deaij (Delegacia Especializada em Atendimento à Infância e Juventude), Maria de Lourdes Cano, adiou para a próxima semana a conclusão do inquérito sobre o desaparecimento de Luís Eduardo Gonçalves, o Dudu, mas adianta: ?já fechamos o cerco?.

 

Os pais souberam da descoberta de uma ossada no domingo e no dia seguinte a Polícia os convocou para que detalhassem a roupa que Dudu usava no dia do sumiço.

Após um adolescente ser apreendido por roubo, ele acabou ligado ao caso que começou a ser elucidado. Nenhuma informação ainda é oficial, mas o garoto teria presenciado o crime e, inclusive, identificado o local onde o corpo foi enterrado.

Vestígios de roupas que Dudu usava no dia do crime, uma camiseta azul e uma bermuda marrom, também foram encontrados no local, uma área perto do museu José Antônio Pereira.

 

Os pais acreditam em crime por vingança. A mãe de Dudo, Eliane namorava José Aparecido Bispo da Silva na época, mas acabou o relacionamento e foi ameaçada. Há seis meses José Aparecido não é visto no Jardim das Hortênsias, onde morava. A área onde foi encontrada a ossada era freqüentado por José Aparecido.  

Leia Também