Segunda, 22 de Janeiro de 2018

Polícia do PR mata jovem por engano

13 JUL 2008Por 17h:45
     

         

        A Polícia Militar do Paraná informou que uma perseguição policial ocorrida durante a madrugada em Porto Amazonas, região central do Estado, terminou com a morte da jovem Rafaele Ramos Lima, 20 anos, que teria colidido acidentalmente com uma viatura e foi encontrada com ferimentos de bala na cabeça.

        Segundo a PM, a perseguição começou por volta das 4h10 em São Mateus do Sul. Após fugir do primeiro bloqueio policial, um carro preto conseguiu escapar de outras três tentativas da polícia de capturar os suspeitos. De acordo com os policiais do 3º Pelotão de São Mateus, houve troca de tiros.

        A perseguição terminou quando, no trevo de acesso à cidade de Porto Amazonas, um dos policiais se deparou com um acidente envolvendo um veículo preto e uma viatura da PM. No local, o soldado Dioneti dos Santos Rodrigues, do 1º Batalhão de Porto Amazonas relatou que, após cruzar com o veículo suspeito, também seguiu em perseguição.

        Ele teria visto outro carro da mesma cor vir em sua direção e colidir na viatura e, achando que se tratava de mais um integrante de uma possível quadrilha, efetuou disparos juntamente com o policial que o acompanhava.

        O carro era ocupado por uma casal que teria colidido acidentalmente na viatura. O motorista Diogo Soldi desembarcou e deitou no chão. Rafaele chegou a ser levada para o Hospital Menino Jesus, mas não resistiu aos ferimentos.

        A Polícia Militar do Paraná divulgou nota na qual lamenta os fatos ocorridos e anuncia que pediu o acompanhamento do Ministério Público Estadual na investigação do caso.

        Os dois policiais envolvidos na ação estão recolhidos em Ponta Grossa e as armas foram apreendidas e enviadas à perícia.

        O provável veículo foragido, com placas de Curitiba, foi encontrado abandonado com certa quantidade de cigarros vindos do Paraguai em seu interior.(informações do Terra)

Leia Também