Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

sexta, 15 de fevereiro de 2019 - 23h09min

CAMPO GRANDE

Polícia divulga vídeos de PM fardado praticando assalto

24 MAR 11 - 15h:45vivianne nunes e vânya santos

Está preso na Delegacia de Roubos e Furtos de Campo Grande, desde anteontem, o soldado da Polícia Militar acusado de praticar assaltos a estabelecimentos comerciais na companhia de outras pessoas. Imagens do circuito interno de segurança de um supermercado, no bairro Anahi, registraram no dia 05 de março o momento em que o acusado chega até o local acompanhado de outros dois homens e anuncia o assalto. A ação criminosa durou pouco mais de três minutos e começou às 20h11min. Trajando a calça da farda, cuturno e uma camiseta da corporação, armado, ele fica o tempo todo na porta do estabelecimento enquanto os outros dois recolhem o dinheiro do caixa.

Além desses indícios que comprovam se tratar de um policial militar por causa da vestimenta, testemunhas de outro assalto ocorrido no dia 12 a uma loja na Avenida Albert Sabin, bairro Caiçara, o reconheceram através de arquivo fotográfico apresentado pela polícia Civil.

A motocicleta usada nas duas ações criminosas também é indício de que se trata da mesma pessoa. O veículo, uma YBR vermelha foi visto nos dois assaltos. Preso em flagrante pelos próprios colegas no momento em que chegava para trabalhar, o PM - um rapaz de 27 anos que está na corporação desde 2008 - negou a participação nos crimes. A polícia não revelou sua identificação, mas investigações indicam que ele também teria participado do assalto em que uma jovem foi baleada durante troca de tiros com a polícia no banco HSBC.

O delegado responsável pelo caso, Fábio Peró, afirmou em entrevista ao Portal Correio do Estado, que dois ambientes foram montados na Derf ontem para que as vítimas pudessem reconhecer o autor. “No primeiro todos figurantes estavam de capacete, inclusive ele e todas as testemunhas o apontaram como autor. Depois, novamente, sem o capacete, todos indicaram ele. Duas das vítimas são mulheres. As duas passaram mal ao ver o suspeito na sala de reconhecimento e isso nos deu certeza de que ele é o autor dos fatos”, afirmou.

Pessoas ligadas a ele também teriam relatado que o policial seria usuário de drogas.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

TRAGÉDIA

Funcionários da Vale são presos por rompimento de barragem de Brumadinho

BRASIL

União pagou R$ 565 milhões em dívidas atrasadas de estados em janeiro

TRAGÉDIA

Procuradoria defende júri popular para acusados por tragédia em Boate Kiss

TRAGÉDIA

Justiça determina que Vale retire animais das áreas de risco em Barão de Cocais

Mais Lidas