Sábado, 23 de Junho de 2018

Polícia descarta bolão como motivo da morte de milionário da Mega

24 DEZ 2008Por 14h:16
     

        A Polícia Civil de Limeira (151 km distante de São Paulo) concluiu nesta terça-feira (23) o inquérito sobre o assassinato de um dos ganhadores da Mega-Sena. Para a investigação, está descartada qualquer participação de parentes ou dos apostadores do bolão premiado no crime.  Altair Aparecido dos Santos, de 43 anos, foi morto a tiros no dia 16 de novembro. Ele foi atacado após os convidados de um churrasco que ele realizava em sua chácara terem ido embora. Para a polícia, o empresário foi vítima de um assalto e teria sido morto ao tentar reagir. Três suspeitos estão presos.

        Com informações do site G1

         

Leia Também