Terça, 19 de Junho de 2018

Polícia constata fraude na rede de água em floricultura e lava-jato de Campo Grande

16 MAI 2008Por 16h:56
     

                        A empresa Águas Guariroba identificou fraude no consumo de água de um Lava-Jato na Rua Bahia,  em Campo Grande. O monitoramento feito pela empresa demonstrou que o consumo de água, registrado pelo hidrômetro, era incompatível com a atividade. A queda foi de 80% desde novembro do ano passado. De acordo com a perícia da Polícia Civil, que acompanhou a fiscalização, o relógio do hidrômetro estava adulterado. Outra fraude foi verificada na região central de Campo Grande. Uma floricultura, localizada na avenida Mato Grosso, desviou a tubulação de água direto da rede sem passar pelo relógio. As empresas devem responder por processo administrativo e pelo crime de furto

Leia Também