30 ANOS ACADEPOL

Polícia Civil lança selo e carimbo comemorativos

Polícia Civil lança selo e carimbo comemorativos
14/03/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul lançou na noite de ontem (13), no Yoted Lounge, em Campo Grande o selo e o carimbo em comemoração aos 30 anos de criação da Acadepol/MS (Academia de Polícia Civil Delegado Júlio César da Fonte Nogueira).

Produzido pelos Correios por solicitação da Acadepol, o selo personalizado será utilizado para franqueamento das correspondências, como forma de registrar os 30 anos de existência da instituição.

Os carimbos comemorativos são destinados a divulgação de fatos nacionais e internacionais relevantes, entidades e personalidades, que se destacam nos mais diversos segmentos socioculturais, perpetuando o motivo, a data e o local em que os eventos são comemorados.

O carimbo comemorativo da Acadepol/MS ficará na agência filatélica dos Correios na Capital por um período de 30 dias, quando será utilizado para obliteração das correspondências. Posteriormente será disponibilizado aos colecionadores de carimbos, marcofilistas, por um prazo de 120 dias, nos Correios do Rio de Janeiro. Passado esse período será recolhido ao acervo do museu Postais Telegráficos dos Correios, em Brasília.

Além dos lançamentos do selo e do carimbo, o Delegado-Geral da Polícia Civil, Dr. Jorge Razanauskas Neto, anunciou hoje o lançamento durante a solenidade no Yoted Louge, do Memorial da Polícia Civil. “Será um espaço destinado para homenagens póstumas aqueles policiais que se destacaram na função, prestaram relevantes serviços a instituição e que faleceram, em combate ou não”, explica.

A solenidade que integra as comemorações dos 30 anos da Acadepol acontece a partir das 19 horas, no Yoted Louge e conta com a presença entre outras autoridades da vice-governadora Simone Tebet e do secretário de Justiça e Segurança Pública do Estado, Wantuir Jacini, de delegados, investigadores, escrivães, peritos e sociedade de um modo geral. 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".