Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

EUA

Poemas, desenhos e instrumentos ligados aos Beatles vão a leilão

17 MAR 14 - 21h:00FOLHAPRESS

Dezenas de manuscritos e desenhos originais de John Lennon publicados em dois livros do ex-Beatle serão leiloados no dia 4 de junho, em Nova York, anunciou hoje a casa de leilões Sotheby's.

"Incluindo 89 lotes que vão de US$ 500 a US$ 70 mil (de R$ 1.174 a R$ 164 mil), esta é a maior coleção particular de trabalhos de John Lennon que sai ao mercado", afirmou a casa em um comunicado.

Estes desenhos e manuscritos foram criados para duas publicações assinadas por Lennon, "In his Own Write", de 1964, primeiro projeto solo realizado por um membro dos Beatles, e "A Spaniard in the Works", de 1965.

Os objetos são propriedade do editor Tom Maschler, que havia levado adiante o projeto destas duas obras para a editora Jonathan Cape.

Entre os lotes mais importantes encontram-se um manuscrito de nove páginas intitulado "TheSingularge Experience of Miss Anne Duffield", paródia de Sherlock Holmes avaliada entre US$ 50 mil e US$ 70 mil (cerca de R$ 117,4 mil e R$ 164 mil). 

O original do poema "The Fat Budgie", no qual John Lennon apresenta sua arte do absurdo, foi estimado pela Sotheby's entre US$ 25 mil e US$ 35 mil (R$ 58,7 mil e R$ 82,1 mil).

Outros objetos de destaque são um guia satírico de Liverpool e o desenho de um jovem e seis pássaros que serviu de capa ao single "Free as a Bird" dos Beatles, ambos avaliados entre US$ 12 mil e US$ 15 mil (R$ 28,1 mil e R$ 35,2 mil).

O leilão coincide com o 50º aniversário da publicação de "In his Own Write" e com a primeira apresentação dos Beatles nos Estados Unidos.

Guitarra de Harrison

Uma guitarra elétrica usada por George Harrison na televisão britânica, antes da "invasão" dos Beatles nos EUA, também vai a leilão em breve, junto com uma capa de álbum rara assinada pelo quarteto, ambos na casa de leilões Julien's Auction.

A guitarra elétrica preta e branca Rickenbacker 425, de 1962, deverá render entre US$ 400 mil e US$ 600 mil (R$ 938,9 mil e R$ 1,4 milhões) em leilão nos dias 16 e 17 de maio, no Hard Rock Cafe, em Nova York.

Harrison, que morreu aos 58 anos em 2001, tocou a guitarra em 1963, em aparições nos programas da TV britânica "Ready Steady Go!" e "Thank Your Lucky Stars", meses antes de o grupo estourar nos Estados Unidos com uma série de apresentações no "The Ed Sullivan Show" em fevereiro de 1964.

O guitarrista comprou o instrumento em 1963, em Mount Vernon, Illinois, durante uma viagem para visitar sua irmã, de acordo com a casa de leilões de Beverly Hills, Califórnia.

Pintada em branco e preto pelo músico, para combinar com a guitarra Rickenbacker de John Lennon, o instrumento de Harrison também foi usado durante as sessões em que a banda gravou "I Want to Hold Your Hand" e "This Boy", em outubro de 1963.

Também à venda está uma cópia do álbum "Beatles '65", assinado por Lennon, Harrison, Paul McCartney e Ringo Starr. O álbum deve conseguir entre US$ 200 mil e US$ 300 mil (R$ 469,4 mil e R$ 703,9 mil), por ser assinado pelos quatro membros do grupo.

Um baixo Hofner, usado por McCartney em meados de 1960, deve conseguir entre US$ 30 mil e US$ 50 mil (R$ 70 mil e R$ 117 mil), enquanto uma capa assinada pelo grupo do álbum 1963 "Please Please Me" deve conseguir entre US$ 40 mil e US$ 50 mil (R$ 93,8 mil e R$ 117 mil).

Uma obra de arte original de Lennon chamada "Santo Sudário" deve ser vendida por US$ 20 mil e US$ 30 mil (R$ 46,9 e R$ 70 mil). 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

TEMPO

Calor e baixa umidade continuam durante a semana

Máxima no Estado deve chegar a 43°C
Exposição resgata memórias do Pantanal
HISTÓRIA

Exposição resgata memórias do Pantanal

SAÚDE

Pouco invasiva, técnica brasileira inova ao usar 'prótese bovina' para coração

CIÊNCIA

Pesquisadores demonstram beneficios do lítio para idosos com Alzheimer

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião