Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Pnad terá versão trimestral a partir do próximo ano

12 SET 10 - 15h:03
AGÊNCIA ESTADO, RIO

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), o mais importante retrato socioeconômico da realidade brasileira, entrou numa fase de profundas mudanças. Em 2011 e 2012, a pesquisa atual vai conviver com outra, trimestral, a “Pnad contínua”.
Essa nova versão assumirá, a partir de 2013, os papéis simultâneos da atual Pnad e da Pesquisa Mensal de Emprego (PME). A PME atual, como a Pnad, conviverá com a “nova Pnad” em 2011 e 2012. A partir de 2013, a Pnad, na sua versão de hoje, e a PME deixam de existir, com a Pnad contínua tomando os seus lugares.
A Pnad existe desde 1967, mas foi a partir da década de 90, após uma série de ampliações geográficas e de conteúdo, que ela se tornou a principal referência em termos de medir o progresso socioeconômico brasileiro. A pesquisa, no seu formato atual, é conduzida por meio de entrevistas realizadas todo ano, em setembro, junto a uma amostra de cerca de 150 mil domicílios em todas as unidades da Federação, nas áreas urbana e rural.
A Pnad, que tem suplementos especiais temáticos todos os anos, traça um panorama detalhado da sociedade brasileira, em áreas como demografia, migração, educação, mercado de trabalho, trabalho infantil, renda, acesso à eletricidade, água esgoto e consumo de bens como carros, televisões, geladeiras, telefones, computadores, etc. A pesquisa de 2009 foi divulgada na semana passada, revelando avanços no consumo e estagnação em setores como saneamento básico.
Ao longo dos últimos anos, foi graças à Pnad que se pôde acompanhar em detalhes o processo de redução da desigualdade e da pobreza. Iniciada no Plano Real, a melhora estagnou-se na maior parte da década de 90, mas foi retomada a partir de 2001, na distribuição de renda, e de 2004, na pobreza.

Pnad contínua
Segundo Márcia Quintslr, coordenadora de trabalho e rendimento do IBGE, “em time que está ganhando a gente mexe para melhorar”. Ela garante que a nova Pnad será um instrumento ainda mais relevante do que a atual. A Pnad contínua irá a campo trimestralmente, e em cada uma dessas etapas fará entrevistas em 170 mil domicílios.
A nova pesquisa vai fornecer dados conjunturais do mercado de trabalho, que hoje só existem na Pesquisa Mensal de Emprego (PME), limitada a seis regiões metropolitanas. Os dados de emprego e a taxa de desemprego serão trimestrais, mas abrangendo todo o País, nas áreas urbana e rural, como recomenda a prática internacional.
Boa parte da massa de dados da Pnad, como trabalho infantil e educação, continuará a ser divulgada anualmente.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MUDANÇA

Serviços sociais e conselhos tutelares atendem em novos números

Conselho Centro teve mudança no telefone, demais continuam os mesmos
Campo Grande registra aumento de casos de tuberculose
DOENÇA

Campo Grande registra aumento de casos de tuberculose

Comercial minimiza vantagem <br>sobre o Corumbaense
ESTADUAL

Comercial minimiza vantagem sobre o Corumbaense

Ministro da Saúde participa de entrega de duas UBS em Bandeirantes
MELHORIA

Ministro da Saúde participa de entrega de duas UBS em Bandeirantes

Mais Lidas