Terça, 23 de Janeiro de 2018

PMs que não socorreram coordenador do AfroReggae podem sem expulsos

22 OUT 2009Por 20h:30
     

                 

A Polícia Militar do Rio de Janeiro estuda a possibilidade de expulsar o capitão Denis Nogueira e o cabo Marcos Oliveira Sales que não socorreram e ainda roubaram objetos do coordenador do AfroReggae, Evandro João Silva, que foi assassinado durante um assalto no Centro da cidade do Rio, no último domingo.

De acordo com o comandante-geral da PM, Mário Sérgio Duarte, em caso de erro, a corporação deve admiti-lo e apurar o que realmente ocorreu. Ainda segundo o comandante, a situação pode se complicar ainda mais com a participação de um capitão.

Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento em que os policiais ficaram com os objetos da vítima e quando os dois suspeitos são detidos pelos policiais, após o crime. Outra câmera, no entanto, mostra quando um deles é liberado. Em nenhum momento os policiais tentaram socorrer Evandro.

Segundo o Relações Públicas da PM, Ordelei Santos, o capitão e o cabo estão cumprindo prisão administrativa por 72 horas.

Com informações JB Online

Leia Também