Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÕES 2014

PMDB define em fevereiro plano eleitoral e alianças

PMDB define em fevereiro plano eleitoral e alianças
06/01/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


Fevereiro será o mês das definições de projetos eleitorais no PMDB e isto deve refletir nas negociações da composição de alianças até a convenção partidária de junho, mostra reportagem publicada hoje no jornal Correio do Estado.

O ex-prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad Filho deixa o governo no fim deste mês para se dedicar exclusivamente à viabilidade de sua pré-candidatura a governador do Estado. Hoje, ele é o único nome do PMDB lançado para enfrentar o senador Delcídio do Amaral (PT) na sucessão estadual.

A reportagem de Adilson Trindade informa que a governadora em exercício Simone Tebet (PMDB) estaria hoje com a vaga assegurada do Senado na chapa. Isto sinaliza a concretização da aposentadoria do governador André Puccinelli (PMDB). Ele não pretende mais concorrer as eleições, mas não abandonará a política. “Agora é a vez da gurizada”, comentou André, referindo-se a Nelsinho e Simone.

Com a definição de Nelsinho para governador e Simone na disputa ao Senado, sobrou a vaga de vice-governador para partido aliado. A partir de fevereiro, no entanto, o PMDB estará procurando os partidos para discutirem a formação de aliança. A ideia é fechar o cerco para manter vazio o ônibus de Delcídio. 

Felpuda


Alguns políticos estão se aproveitando deste momento preocupante de pandemia para sugerir projetos oportunistas que, em alguns casos, são de resultados extremamente duvidosos. O mais interessante – para não dizer outra coisa – é que se for analisado o desempenho normal dessas figuras, verifica-se que essa preocupação toda nunca esteve no topo das suas prioridades. Ano eleitoral é assim mesmo. Lamentável!