Terça, 23 de Janeiro de 2018

PMDB acusa golpe e monta nova chapa para o Senado

27 JUN 2009Por 23h:07
     

        Adilson Trindade

         

        O PMDB acusou o golpe do acordo de paz dentro do PT que levou o senador Delcídio do Amaral a declarar apoio à candidatura do ex-governador José Orcírio dos Santos à sucessão estadual. A reaglutinação de forças no PT desmontaram o plano do governador André Puccinelli abrir uma vaga de senador para Delcído em sua chapa. Ontem, os líderes do PMDB reagiram rapidamente para estudar outra estratégia para enfrentar José Orcírio e Delcídio.

        Agora, o plano do PMDB passa pela indicação do deputado federal Waldemir Moka para a vaga de vice na chapa de André. O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, seria um dos candidatos a senador. A segunda vaga ficaria com o senador Valter Pereira ou com a prefeita de Três Lagoas, Simone Tebet.

Leia Também