Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

crime ambiental

PMA prende dois caçadores em Costa Rica

2 JUN 2011Por Beatriz Longhini00h:00

Policiais Militares Ambientais de Costa Rica prenderam ontem (1º) dois caçadores em uma propriedade localizada na estrada entre Figueirão e Costa Rica.

Os policiais receberam denúncias de que um homem chamado "Tonho" era caçador na região. Os policiais foram até a região da “Lagoinha”, na Chácara Pontal, de propriedade do acusado e encontraram 18 pacotes de carne de anta, em um freezer.

“Tonho” alegou que caçou em dias anteriores com uma pessoa conhecida por Bento. Os policiais identificaram "Tonho", como sendo Antonio Xavier de Souza e o companheiro como Bento Silvestre de Castro, residente no sítio Jaraguá.

Na residência de “Tonho”, além do freezer, foram apreendidas uma espingarda calibre 22, marca CBC e 50 munições do mesmo calibre utilizadas para a caça.

Na residência de “Bento”, os policiais apreenderam mais cinco pacotes de carne de “anta”, uma espingarda calibre 32, marca Rossi, com três cartuchos e uma espingarda calibre 22, marca Modelo.

Com os dois ainda foi apreendida espoletas, balotes para cartuchos, um carregador de munição de madeira e um baleiro de couro.

Os caçadores foram presos e conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Costa Rica, onde foram autuados por crime ambiental.

Se condenados poderão pegar pena de seis meses a um ano e meio de detenção, porque a anta está na lista de espécies em extinção. Além disso, cada autuado recebeu multa administrativa de R$ 5.000,00 pelo abate do animal.

Leia Também