Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 25 de setembro de 2018

PMA inicia atividades educativas em comemoração ao Dia Internacional da Árvore

15 SET 2010Por 17h:45
     A Polícia Militar Ambiental (PMA) doará cinco mil mudas de plantas nativas em comemoração ao Dia Internacional da Árvore, 21 de setembro. A entrega das mudas acontece no dia 21 (terça-feira) em Campo Grande e no município de Coxim. Além da entrega das mudas, estão previstas atividades educativas sobre preservação ambiental realizadas pelo Núcleo de Educação da Polícia Militar Ambiental de Campo Grande, Coxim e o Projeto Florestinha em parceria com Secretaria Municipal de Educação de Campo Grande (Semed), Prefeitura de Coxim e a empresa de energia EDP ? Energias do Brasil.   Em Campo Grande, as mudas serão doadas das 9 horas às 16 horas, no Projeto Florestinha, localizado à Avenida Assaf Trad. No Parque Assaf Trad, localizado próximo ao Supermercado Macro e Condomínio Alphaville, as crianças do Projeto Florestinha receberão crianças de Escolas Municipais para atividades de Educação Ambiental. Será apresentado teatro de fantoches e o plantio de mudas nativas no Parque, que possui área bastante frágil, devido a diversas erosões que existiam no local e foram recuperadas durante a construção do condomínio Alphaville.       Em Coxim, a doação de mudas será feita em uma grande barreira policial no centro da cidade, com participação do projeto Florestinha do município e do Núcleo de Educação Ambiental. Também serão desenvolvidas em Coxim diversas atividades de Educação Ambiental, com alunos de escolas públicas e privadas, por meio de oficinas, que tem como principais temas:   1.    Plantio de mudas nativas, com palestra sobre flora (Desmatamento, erosão de solos, controle de poluição e assoreamento). Em Coxim será feito o plantio no pátio das escolas e a arborização em um bairro da cidade;   2.    Reciclagem de papel, com palestra sobre os problemas relacionados aos resíduos sólidos;   3.    Visitação ao museu de animais e peixes empalhados, com palestra sobre fauna (pesca, atropelamentos, tráfico e caça de animais silvestres);   4.    Montagem artificial do Ciclo de Água, com palestras relacionadas a temática das águas no planeta;   5.    Apresentação do teatro de fantoches, com peças sobre as questões ambientais, como: águas, desmatamentos, incêndios florestais e resíduos sólidos. Em Campo Grande, o teatro de fantoches será apresentado pelas crianças do Projeto florestinha;   6.    Casa da Energia. Trata-se de uma maquete de uma residência com todos os locais de consumo de energia (lâmpadas, chuveiros, ar condicionado, geladeira, microondas etc...). Com esta oficina haverá discussão e informação sobre os tipos de energia e a importância ambiental de se economizar este recurso.   7.    Limpeza do Rio Taquari ? Policiais Ambientais, crianças do Projeto Florestinha de Coxim, curso de biologia da UEMS ? Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, estudantes e voluntários da comunidade executarão a limpeza do rio Taquari, como simbologia dos problemas enfrentados pelo rio;   Ao final de cada oficina serão distribuídos folhetos com informações sobre os temas discutidos e também ?folders? educativos com temáticas ambientais e ?banners?, ressaltando o tema árvore (vegetação), mas também sobre pesca, resíduos sólidos, caça, tráfico e atropelamentos de animais silvestres, incêndios florestais e desmatamentos;   Todas as Subunidades da PMA no Estado estarão desenvolvendo palestras em escolas ou recebendo alunos nas dependências dos quartéis.   Amanhã (15), em Campo Grande, à partir das 8h30, o Núcleo de Educação Ambiental realiza oficinas na Escola Municipal Eduardo Olímpio, localizada no bairro Ouro Verde. Além das palestras sobre educação ambiental, aos alunos também participarão do plantio de mudas no pátio da escola. A expectativa é de que cerca de dois mil estudantes, da pré-escola ao 9º ano participem das atividades, que seguem até sexta-feira (17).  
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também