sábado, 21 de julho de 2018

FLAGRANTE

PMA autua turista por pesca predatória

6 OUT 2010Por Da Redaçâo12h:15

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Três Lagoas, durante uma operação de fiscalização fluvial ontem (5), no rio verde em Água Clara, apreendeu de um turista paulista, diversos materiais de pesca.

O homem autuado pelos policiais ambientais reside na cidade de Cafelândia (SP). De acordo com as informações da PMA, os policiais verificaram, em um local do rio, entre a fazenda Barrerinho e Água Limpa, vários anzóis de galho armados (petrecho proibido para a pesca amadora) e surpreenderam o autuado armando um espinhel com vários anzóis (petrecho proibido para qualquer modalidade de pesca).

O homem confessou que todos os petrechos ali armados eram seus e que ele estava colocando iscas da espécie tuvira. Os policiais fizeram a apreensão do barco do autuado, sendo um motor de popa, um molinete, um espinhel de corda com 13 anzóis e 10 anzóis de galho e fizeram um auto administrativo, arbitrando multa de R$ 1.600,00.

Segundo a PMA, o homem também responderá pelo crime ambiental de pesca predatória e, se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção. Durante a operação, os policiais ainda recolheram 16 redes de pesca, que estavam armadas no rio, perfazendo mais de um quilômetro. Das redes foram retirados diversos peixes vivos que foram soltos e mais 10 kg de peixes de várias espécies que estavam mortos. Os proprietários dos petrechos proibidos não foram encontrados.(Com informação do Comando do 15º BPMA-MS)




 

Leia Também