Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

PROPRIEDADES RURAIS

PMA autua proprietários rurais por destruir matas ciliares

26 JAN 2011Por DA REDAÇÃO18h:19

Policiais Militares Ambientais (PMA) de Jardim autuaram ontem (25) à tarde um produtor rural e o proprietário da Fazenda Pilão, em Nioaque, onde foram localizadas diversas erosões que afetavam e destruíam áreas de preservação permanente de um córrego da fazenda que já se encontra em estágio avançado de assoreamento.

De acordo com a PMA, o fazendeiro foi notificado e deve apresentar um Plano de Recuperação de Área Degradada (Prad) para a realização da recuperação da área. Além disso, os policiais lavraram um auto de infração administrativo e arbitraram multa de R$ 30 mil contra o autuado. Ele ainda responderá por crime ambiental, que tem pena de detenção de um a três anos de detenção.

Bataguassu

Ainda ontem à tarde, os Policiais Ambientais de Bataguassu autuaram outro proprietário de fazenda que não apresentou o Plano de Recuperação de Área Degradada (Prad), após ser notificado. O proprietário teria que apresentar o Prad da recuperação de uma área de 1,2 hectares de matas ciliares (Área de Preservação Permanente - APP) do córrego Guassu, que corta a Fazenda Santo Cristo.

Segundo a Polícia Ambiental, foi lavrado um auto de infração administrativo e com multa de R$ 7.500,00 contra o proprietário da fazenda. Ele ainda responderá por crime ambiental, que tem pena de um a três anos de detenção.






 

Leia Também