quinta, 19 de julho de 2018

PMA autua homem que derrubava árvores ilegalmente e fazia tábuas no Pantanal

22 DEZ 2010Por NOTÍCIAS MS21h:00

Policiais Militares Ambientais de Corumbá, durante fiscalização na tarde de ontem (21), autuaram um homem residente às margens do rio Paraguai Mirim, a 70 quilômetros de Corumbá. Ele cortava árvores e as transformava em tábuas em local próximo a residência, sem autorização ambiental.

No momento do flagrante, a PMA encontrou oito árvores da espécie Cambará cortadas. De acordo com os policiais, o homem pretendia comercializar o produto. Toras e tábuas de madeira e uma motoserra foram apreendidas.

O acusado recebeu multa de R$ 4 mil e responderá por crime ambiental. Se condenado, pode pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

A madeira de Cambará é usada para escavar a famosa canoa pantaneira e pode ser usada em construção civil, como esteios, esquadrias, forro, ripas, tacos, entalhes e peças torneadas. Serve para cercas e postes, sendo uma madeira que produz lenha e carvão de boa qualidade.
 

Leia Também