Sexta, 22 de Junho de 2018

PMA autua fazendeiros em mais de R$ 20 mil

23 AGO 2010Por 20h:00
     

Atuando em fiscalizações no interior do Estado, a Polícia Militar Ambiental (PMA) fechou duas carvoarias, autuou fazendeiros por exploração irregular de madeira e prendeu pescadores por pesca ilegal. Somente nestas operações os policiais ambientais aplicaram mais de R$ 20 mil em multas.

Em Corumbá os policiais ambientais autuaram dois agricultores do assentamento Tamarineiro II por exercerem atividade em carvoaria, armazenar madeiras e carvão de forma irregular e pela utilização de motosserras sem licença ambiental. No lote dos agricultores os policiais encontraram ainda três fornos e apreenderam um metro cúbico de lenha, seis metros cúbicos de carvão vegetal nativo e uma motosserra. A PMA paralisou a atividade carvoeira no local.

Para estas modalidades de crimes ambientais cometidos estão previstas penas de detenção de um a seis meses ou multa, ou ambas as penas. A multa administrativa para os acusados foi expedida no valor de R$ 5,5 mil para cada um e eles foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil.

Leia Também