Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DEGRADAÇÃO

PMA autua fazendeiro em R$ 10 mil por erosão

8 ABR 11 - 08h:01EVELIN ARAUJO

Policiais Militares Ambientais  (PMA) de Bataguassu (MS), em fiscalização na região de Santa Rita do Pardo (MS) autuaram ontem à tarde um fazendeiro de 29 anos, proprietário da Fazenda Pureza, por erosão.

Após vistoria, os policiais encontraram vários processos erosivos e voçorocas, com afloramento do lençol freático, afetando uma área de nascentes, que transportava areia e outros sedimentos diretamente ao leito do córrego Indaiá, causando assoreamento. A área de preservação permanente do córrego foi afeta em 1,07 hectare.

A falta de conservação do solo seria um dos motivos da erosão no local, que é obrigatória pela legislação nas intervenções feitas para a produção em propriedades rurais. 

A PMA determinou a interdição da área para proteção e recuperação com proibição de atividades agrícolas e pecuárias. O pecuarista também foi autuado administrativamente e multado em R$ 10 mil. O proprietário também foi notificado a apresentar projeto de recuperação de área degradada (PRAD) junto aos órgãos ambientais, no prazo máximo de 30 dias.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Vale a Pena: foi muito bem pensada a escolha de Avenida Brasil na Globo
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

Vale a Pena: foi muito bem pensada a escolha de Avenida Brasil na Globo

Conheça as novas tendências de cuidados para a pele
SKINCARE

Conheça as novas tendências de cuidados para a pele

SAÚDE

Alerta: Doenças graves sob risco de pandemias globais

Dia da Oportunidade atrai mais de 200 visitantes em Bataguassu
INFORME PUBLICITÁRIO

Dia da Oportunidade atrai mais de 200 visitantes em Bataguassu

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião