Segunda, 18 de Junho de 2018

PMA autua fazendeiro de Porto Murtinho em R$ 58 mil por crimes ambientais

4 AGO 2010Por 22h:00
     

Equipe da Polícia Militar Ambiental (PMA) autuou ontem (3) um fazendeiro acusado de desmatar, sem licença ambiental, área com várias espécies de árvores. Nelson Aparecido de Melo, proprietário da fazenda Santa Izabel, localizada no município de Porto Murtinho, derruboucedro, angico, peroba, castelo e aroeira, e transformou-as em tábuas e lascas, sem autorização do órgão ambiental competente, totalizando aproximadamente 17 m³ de madeira extraída, sendo que deste total aproximadamente 14m³ são da espécie aroeira.

Diante disso, foram elaborados dois autos de infração administrativos, um para aroeira, por ser considerada madeira de lei e ter legislação específica para punir o corte, neste caso a multa aplicada foi de R$ 20 mil, e um segundo auto para o restante da madeira extraída, com multa no valor de R$ 8 mil.

Ainda na mesma fazenda os policiais ambientais encontraram outra irregularidade, um aterro para estrada dentro da área de preservação permanente, também sem autorização do órgão ambiental. Para esta infração os policiais aplicaram multa de R$ 30 mil. A madeira foi apreendida e no total foram aplicados R$ 58 mil em multas.

                Todos os autos foram remetidos para a Delegacia de Polícia Civil local, em que será apurada a responsabilidade criminal pelos crimes ambientais praticados. Nelson Aparecido de Melo poderá ser condenado a pena de seis meses a um ano de detenção.

                 

                (Fonte: Governo do Estado)

Leia Também