Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MEIO AMBIENTE

PMA analisa suposta contaminação de córrego

PMA analisa suposta contaminação de córrego
15/02/2014 10:55 - Gabriel Maymone


A Polícia Militar Ambiental (PMA) e a ONG Gebio coletaram esta semana amostras da água do córrego do Touro, que margeia o município de Naviraí (MS). Moradores denunciaram o caso, alegando terem visto peixes mortos no local, além do mau cheiro.

O córrego – tributário do rio Amambai - corta alguns bairros do município e possui algumas indústrias em seu entorno. No local foram observados diversas espécies de peixes mortos e foi coletado vários exemplares que serão encaminhados para analise e perícia para apurar a possível causa da morte.

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Naviraí e a ONG Gebio estiveram no local e coletaram analise da água para poder confirmar a existência de contaminação do leito do córrego, e a possível origem para poder verificar se trata de um crime ambiental e seus autores.

A Ong GEBIO há vários anos desenvolve um projeto de monitoramento e revegetação das margens deste córrego e tem desenvolvido diversas atividades que busca a sua recuperação.

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?