quinta, 19 de julho de 2018

POLICIAMENTO

PM vai reforçar segurança nos corredores comerciais

24 NOV 2010Por NADYENKA CASTRO04h:02

O policiamento especial de fim de ano, em Campo Grande, que começa no próximo dia 1º, terá duas novidades neste ano em relação a 2009. Uma é o reforço na segurança dos corredores comerciais dos bairros e outra é a presença de policiais nas ruas até duas horas após o fechamento das lojas. As duas situações atendem às reivindicações dos comerciantes, conforme declarou o vice-presidente da Associação Comercial de Campo Grande, João Carlos Polidório da Silva. “ A Polícia Militar nos ouviu e fez o plano de acordo com as necessidades do comerciante”.

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar (PM) coronel Carlos Alberto David dos Santos, serão 700 policiais a mais nas ruas da Capital entre os dias 1º e 31 de dezembro. São homens e mulheres do curso de formação e também os mais antigos. Conforme o responsável pelo Comando do Policiamento Metropolitano, coronel Sebastião Henrique de Oliveira Bueno, o policiamento já existente no centro e nos bairros fica mantido e será reforçado com policiais a pé e em viaturas. Na área central haverá também o trabalho ostensivo a cavalo. Os servidores serão divididos em três turnos, com início quando as lojas abrem e término até duas horas depois do fechamento.

Os lojistas terão ainda o número dos celulares dos policiais que estiverem de plantão, para, em caso de alguma ocorrência, o atendimento ser mais rápido. “Ano passado foi fundamental para agilidade do atendimento”, disse Silva. O posto fixo da PM, no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua 14 de Julho, que funcionou no mesmo período do ano passado e depois foi desativado, voltará a funcionar.

Fora do centro
Vários pontos terão mais policiamento neste fim de ano. São vias próximas ao centro onde há concentração comercial e também corredores de bairros. Entre eles estão: Avenida Ceará com Avenida Mato Grosso; Avenida Hércules Maymone; Avenida Eduardo Elias Zahran; Avenida Salgado Filho; Bairro São Francisco; Jardim São Bento; Bairro Amambaí; Rua Euclides da Cunha; Rua Joaquim Murtinho; Vila Planalto; Avenida Júlio de Castilhos; Avenida Bandeirantes; Avenida das Bandeiras e Avenida Tamandaré.

Também haverá mais policiais nos terminais de transbordo urbanos e no rodoviário, áreas de lazer como o Parque do Sóter e Parque das Nações Indígenas.  Segundo o comandante da PM, a corporação irá atuar “não só inibindo a prática de crime contra o comerciante, mas também dando proteção às famílias”.

Horário
Os lojistas pediram para que o policiamento seja mantido após o fechamento do comércio para garantir a segurança dos funcionários nos pontos de ônibus e estacionamentos e também a deles próprios, no retorno para casa. Conforme os empresários, trabalhadores já foram assaltados quando esperavam coletivo e alguns passaram a utilizar o serviço de mototáxi para não correr o risco de ser alvo de bandidos.

Plano
Segundo o comandante da PM, o reforço na segurança nesta época do ano foi planejado com base nas conversas com empresários e também de acordo com os dados do horário, tipo e local de ocorrências. Conforme o coronel Bueno, o plano da PM pode ser alterado de acordo com sugestões dos comerciantes.

De acordo com o coronel David, todos os municípios do estado terão a segurança reforçada, principalmente Corumbá, Dourados, Três Lagoas e Ponta Porã, que são polos de suas regiões. São 2,5 mil policiais em todo Mato Grosso do Sul.

Leia Também