Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

São Paulo

PM entra em confronto com manifestantes em protesto

1 MAI 2011Por Da Redação, com informações do G115h:25

Cerca de 200 manifestantes entraram em confronto com policiais militares na Praça da Sé, no Centro de São Paulo, na manhã de hoje. Segundo a Polícia Militar, integrantes da ONG Educafro promoviam uma manifestação em protesto contra o espancamento do trabalhador Márcio Antônio de Sousa, 33 anos, por um segurança de uma loja de uma rede varejista em Campo Grande. A organização luta contra injustiças cometidas contra os negros e considera que o crime foi motivado por racismo.

Por volta das 11h10min, um carro da polícia passava pela região quando foi parado pelos manifestantes e teve o vidro da porta da frente quebrado, de acordo com a PM. Os policiais, então, acionaram a Força Tática, que dispersou o grupo com gás de pimenta e munição de borracha. Um veículo Ford Ecosport que estava estacionado na Praça da Sé também foi atingido e teve os vidros quebrados.

Ainda segundo a PM, ninguém foi detido e não houve feridos. A reportagem do G1 procurou a ONG Educafro para comentar o assunto, mas até as 13h50 deste domingo ninguém havia sido localizado.

Entenda o Caso

Márcio Antônio foi abordado por um vigilante por aparentemente estar furtando um ovo de Páscoa. Ele foi levado à sala da gerência e lá foi espancado pelo funcionário da empresa privada que faz a segurança da loja, vindo até a passar por cirurgia no nariz, na Santa Casa. O fato aconteceu no dia 23 de abril. Márcio havia comprado os ovos em outro estabelecimento e estava apenas cortando caminho por uma loja de departamentos na Capital.

Leia Também