Terça, 12 de Dezembro de 2017

PONTA PORÃ

PM de férias frustra assalto e prende assaltantes

9 JAN 2014Por DOURADOS NEWS08h:46

Um Policial Militar que se encontrava de férias impediu um assalto na cidade de Ponta Porã, localizada na fronteira com o Paraguai e recuperou objetos roubados e uma motocicleta.

Os assaltantes foram identificados como sendo Eugenio Villalba Martinez, 32 anos, e Cezar Centurion, 21 anos, ambos de nacionalidade paraguaia, que confessaram a prática de assaltos na região.

A dupla foi presa ontem à tarde no momento em que realizava um assalto em um comércio situado na Avenida Brasil, centro de Ponta Porã, armados com um revolver calibre 32 e uma pistola calibre 22.  

Eles foram surpreendidos pelo soldado da Policial Militar Cristian David Colman Lima, que se encontrava de passeio em uma motocicleta na área e notou a ação dos marginais.

O saldado da PM ao ver que um dos assaltante saia correndo do local jogou a motocicleta em cima da dupla que ao cair no chão apontou a sua arma em direção ao policial que reagiu e na troca de tiros acabou dominando um dos assaltantes.

Posteriormente saiu em perseguição ao segundo assaltante e com o apoio de PMs que se encontravam realizando ronda pelas imediações da Rua Paraguai conseguiram abortar a fuga e prender o acusado.

Ele estava em uma motocicleta estrangeira da marca Kenton, modelo GT 150 Eko, de cor vermelha, sem placa, que foi roubada durante um assalto ocorrido na semana passada.

O acusado foi reconhecida pelo proprietário, que compareceu à Delegacia da Policia Civil, assim como os dois presos como sendo os autores do assalto também a mão armada.

Com os assaltantes os PMs recuperaram dinheiro, relógio e anel que tinha sido roubado minutos antes no comercio de Ponta Porã. A dupla foi encaminhada ao DP da Policia Civil de Ponta Porã, onde foi autuada em flagrante por porte ilegal de arma e assalto a mão armada.

Segundo informações os dois assaltantes são considerados perigosos já que durante os assaltos que realizavam  atuavam com extrema violência contra as vitimas.

Leia Também