Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

PM apura se grupo preso participou de morte de primo do goleiro Bruno

25 AGO 2012Por g103h:00

A Polícia Militar prendeu, ontem (24), sete pessoas por suspeita de tráfico de drogas, no bairro 1º de Maio, Região Norte de Minas Gerais, após denúncia anônima. Uma segunda denúncia, feita à polícia, dizia que entre os detidos estão os suspeitos de matar Sérgio Rosa Sales, primo do goleiro Bruno Fernandes.

Segundo um soldado da PM que participou da ocorrência, os sete detidos foram levados para o 13º Batalhão, no bairro Planalto, Região Norte de Belo Horizonte. Com eles, foram apreendidas três armas, além de 173 pedras de crack, uma porção de cocaína, dois tabletes de maconha e 62 buchas da mesma droga. Ainda segundo o soldado, três dos detidos são de Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A Polícia Militar ainda apura a veracidade da informação da segunda denúncia.

Também segundo o soldado, no local onde o grupo foi preso, havia uma moto vermelha, e um dos sete suspeitos confirmou ser o dono do veículo. De acordo com o militar, o executor de Sérgio também foi visto em uma motocicleta da mesma cor. Ainda segundo o PM, o grupo detido teria uma rivalidade com uma quadrilha do bairro Minaslândia, local onde morava Sales.

A Polícia Civil, que investiga a morte do primo do goleiro, disse que ainda não recebeu informações sobre a possível prisão de algum suspeito.

O goleiro Bruno recebeu a notícia da morte do primo com tristeza, segundo o advogado, Francisco Simin. "Bruno está muito chocado com a morte do Sérgio”, disse o defensor.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também