Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

TRÁFICO

PM apreende meia tonelada de drogas na rodoviária

15 JAN 2011Por Thiago Gomes e karine cortez00h:00

A Polícia Militar apreendeu meia tonelada de drogas na estação rodoviária de Campo Grande, somente no ano passado, menos de um ano de funcionamento do terminal, instalado na Avenida Gury Marques, na região da saída para São Paulo. Os números fazem parte de um levantamento efetuado pelo 10° Batalhão de Polícia Militar, unidade vinculada ao Comando de Policiamento Metropolitano, que considera o volume alto, se considerar o fato de se tratar de um transporte coletivo e que as drogas, em pequenas quantidades, estariam sendo traficadas em meio às bagagens de passageiros.

De acordo com a Polícia Militar, no ano passado foram apreendidos, no novo terminal, (inaugurado em fevereiro) 504,88 quilos de drogas. A maconha aparece com o maior volume, alcançando 485,88 quilos. Na sequência, vem a pasta base de cocaína, com 15 quilos; haxixe, com três quilos; e a cocaína, com cerca de 1,5 quilo.

Ainda pelos levantamentos do 10º BPM, no ano de 2010 os militares que fazem o policiamento ostensivo no terminal registraram 44 ocorrências de tráfico de drogas; sete envolvendo menores; nove de furtos; e seis de roubos, ao mesmo tempo em que os policiais procederam pelo menos 258 abordagens de suspeitos.

 Nova apreensão
Priscila Gonçalves da Silva Guimarães, 18 anos, e Francismar de Oliveira Silva, 20 anos, foram presos por tráfico de drogas, na noite de quinta-feira, no Terminal Rodoviário de Campo Grande. O flagrante aconteceu no momento em que os dois já se encontravam dentro de um ônibus com destino à cidade de Porto Velho (RO), para onde levariam cerca de 40 quilos de maconha e receberiam R$ 1 mil, cada um, pelo serviço.

A Polícia Militar chegou até os traficantes durante revista de rotina dentro do ônibus. Ao checar os documentos de Priscila, a polícia avistou uma sacola debaixo da poltrona da jovem e solicitou que ela abrisse, constatando a presença de 15 tabletes de maconha, e na bolsa de mão de Priscila foi encontrada mais uma porção do entorpecente. Ela disse que reside em Porto Velho e veio para Mato Grosso do Sul há cinco dias, junto com Francismar, pegar a droga em Ponta Porã junto com Francismar.

Francismar, por sua vez, também estava com uma sacola debaixo da poltrona onde havia 17 tabletes de maconha. Ele disse que um indivíduo, identificado como João, foi quem entregou as sacolas para eles em Ponta Porã e que toda a droga teria sido adquirida ao valor de R$ 500. Os dois disseram ter conhecimento do crime, mas queriam ganhar mais dinheiro.

Leia Também