Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Platini pede veto à transferência de jogadores com menos de 18 anos

13 JUL 08 - 15h:25
     

                Da redação

                O francês Michel Platini, presidente da Uefa, propôs aos ministros da União Européia (UE) a proibição da transferência de jogadores menores de idade. Platini participou no sábado à noite em Brest (França) de um jantar de trabalho com os ministros de Assuntos Europeus da UE e entregou a eles um memorando de 16 pontos em nome das seis federações européias de esportes coletivos.
                O documento defende a especificidade do esporte e sua função social e reivindica a ajuda dos políticos para regular certas práticas, embora para que isso aconteça tenham que ser anuladas algumas práticas do Mercado Comum.
                Em entrevista publicado pelo diário Ouest-France, Platini argumentou que "não é lógico" que se permita hoje em dia que um jogador de Rennes ou de Brest de 14 ou 15 anos seja comprado por um grande clube da Inglaterra ou da Itália.
                "Não se forma jogadores para vendê-los, é preciso formar para que joguem", disse o ex-atleta. "Não é possível que continuemos assimilando o esporte às leis da concorrência entre produtos", acrescentou.
                "Primeiro, é preciso proibir as transferências de menores e depois permitir aos clubes desempenhar mais seu papel de formadores, estimulando a permanência dos jogadores", declarou.
                

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ARTIGO

J.Bandeira: "O que Lula está tentando fazer a gente engolir"

Economista e bacharel em Direito
OPINIÃO

Ângelo Rabelo: "O fogo nosso de cada dia"

Coronel da reserva da Polícia Militar, fundador do Instituto Homem Pantaneiro

Felpuda

LANÇAMENTO DE FOGUETES

Senado aprova acordo entre Brasil e EUA para utilização da base de Alcântara

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião