Domingo, 21 de Janeiro de 2018

Plástica da intimidade

22 MAR 2010Por 01h:07
Ninfoplastia, labioplastia e lipoaspiração do Monte de Vênus são algumas das denominações da cirurgia plástica da intimidade feminina. Lábios maiores ou menores, com flacidez e tamanhos desproporcionais ao normal, alargamento, região acima do púbis – chamada de Monte de Vênus, avantajada – podem ser corrigidas por meio de cirurgia, que melhora não só a estética da vulva e vagina, mas a função deste órgão no que diz respeito ao prazer, à autoestima e também à saúde. De acordo com a ginecologista e obstetra Vânia Cirillo Stefanie, é cada vez mais comum mulheres procurarem os consultórios em busca de informações sobre a cirurgia íntima, que começou nos EUA e Europa e, aos poucos, vem atraindo a atenção das brasileiras. “O incômodo no ato sexual e as questões estéticas são as maiores queixas das mulheres que buscam esse tipo de procedimento”, comenta a médica. Segundo Vânia, que também fez especialização na área de cirurgia íntima, o procedimento é simples e complexo ao mesmo tempo, requer anestesia raquidiana e um dia de internação. “Como é uma região sensível, em contrapartida preparada para impacto, como o parto por exemplo, tem a vantagem da recuperação mais rápida e requer repouso de 10 a 15 dias”, esclarece a doutora. A cirurgia é indicada no pós-parto, pós-trauma, pósemagrecimento excessivo e pa ra as consequências oriu nd as dos problemas hormona is, que geram a flacidez e a queda dos grandes lábios. “Na menopausa, as mulheres reclamam que o genital murcha, isso acontece em virtude da diminuição do estrógeno e do progesterona”, explica. Já a hipertrofia dos pequenos lábios tem como causas o excesso de hormônios, hereditariedade (mais comum em afro-descendente) e hábitos alimentares (consumo excessivo de frango de granja e derivados). “Os lábios menores aumentados atrapalham na relação sexual e também na higiene do genital, contribuindo para incidência maior de infecções por fungos ou bactérias. Mas é geralmente após o primeiro parto que o pro blema tende, literalmente, a aumentar, a mucosa que fica exposta acaba tendo uma coloração diferenciada, geralmente mais escura. Em consequência disso, muitas escondem, adiam ao máximo uma consulta com o ginecologista, não se depilam, evitam as roupas de banho ou as mais justas”, expõe Vânia. Silicone A médica ressalta que, embora o problema apareça mais frequentemente depois do parto, é na puberdade que os lábios menores apontam como maiores. Já a queda dos grandes lábios é igual à queda facial, se dá naturalmente, em consequência do envelhecimento. Em alguns casos é necessário, inclusive, o implante de silicone nesta região. A lipoaspiração do Monte de Vênus é a retirada da gordura desta região, mas não por meio de agulhas, como as outras lipos. Por meio de uma incisão mínima ao redor dos pequenos lábios, faz-se uma espécie de “raspagem” da gordura. A vagina, que é a parte interna da vulva, também pode ser beneficiada pela cirurgia plást ica í nt ima, que é diferente da do períneo. “Quando a cavidade vaginal está comprometida com hérnia retal, causada pela flacidez dos músculos posteriores e laterais, é feita uma aproximação desta musculatura, mas este procedimento não tem a função de tratar a incontinência urinária. Cada cirurgia tem sua função específica e uma não substitui a outra”, conclui a especialista.

Leia Também