Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Plano Nacional de Resíduos: regulamentação é maior desafio para a indústria

28 AGO 10 - 19h:30
     

A Cetesb (Companhia de Tecnologia e Saneamento Ambiental) afirmou que o maior desafio do Plano Nacional de Resíduos Sólidos para o setor da indústria é a regulamentação dos artigos.

"As indústrias, mais do que já fazem, deverão buscar tecnologias para redução do volume de descartes, via incineração ou co-processamento, e escolher matérias-primas menos tóxicas", disse a engenheira da entidade, Gabriela Ferraresi, segundo informações da Agência Fiesp.

Já o diretor de Meio Ambiente do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), Eduardo San Martin, declarou que a legislação, as portarias e as resoluções confundem os empresários que buscam cumprir as normas ambientais.

Práticas adotadas

Em relação às práticas adotadas pelas empresas do setor, a engenheira disse ainda que a Cetesb considera positivas, como o reaproveitamento de areias de fundição e a utilização de resíduos da indústria siderúrgica na pavimentação de estradas.

"A adoção de logística reversa será mais estimulada, já que a nova lei de resíduos estabelece responsabilidade compartilhada para fabricantes e coletores pela disposição final de embalagens de produtos", complementou.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Reforma administrativa será "suave", afirma Bolsonaro

Flamengo fará dois treinos no Rio e dois em CT da seleção peruana antes da final
LIBERTADORES

Flamengo fará dois treinos no Rio e dois em CT da seleção peruana antes da final

Toffoli revoga decisão sobre acesso a relatórios do antigo Coaf
STF

Toffoli revoga decisão sobre acesso a relatórios do antigo Coaf

Tráfego muda e conversão na Rua 14 de Julho está proibida
REVIVA CAMPO GRANDE

Tráfego muda e conversão na Rua 14 de Julho está proibida

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião