Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 15 de dezembro de 2018

Pista é vistoriada e aprovada para a disputa do Mundial

17 AGO 2010Por 09h:07
Eduardo Miranda

O circuito de 1,8 mil metros de extensão, preparado para a 13ª etapa do Mundial de Motocross das categorias MX1 e MX2 foi entregue ontem pela organização do evento. O traçado, elaborado pelo norte-americano Justin Barclay, foi aprovado por técnicos da Federação Internacional de Motociclismo (Fim) e da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).
Conforme Firmo Henrique Alves, presidente da federação da modalidade em Mato Grosso do Sul, até a próxima sexta-feira a pista receberá bastante água para ajustar os obstáculos. “Já está quase tudo pronto, estamos com 90% da estrutura pronta”, explicou.
Além dos técnicos internacionais, o prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), o presidente da Fundação Estadual do Desporto e Lazer (Fundesporte), Júlio César Komiyama e o presidente da Fundação Municipal de Esportes, também vistoriaram a pista.
Os pilotos e equipes começam a chegar hoje à capital sul-mato-grossense. A partir de amanhã, eles participarão de uma série de eventos promocionais.
As motos, no entanto, só entram na pista a partir de sábado pela manhã. O italiano Antônio Cairolli, atual campeão e líder desta temporada do Mundial, com 531 pontos, é o favorito para vencer a prova em Campo Grande. Ele tem 84 pontos de vantagem para o vice-líder, o belga Clément Desalle. Cairolli venceu as últimas três provas, e conforme combinação de resultados na etapa brasileira, pode sair do País com o título da temporada.
Dentre os seis pilotos brasileiros que competirão nas categorias MX1 e MX2, o principal destaque é o mineiro Antônio Balbi, único que participou de todas as etapas da temporada. Os outros cinco, destaques do motocross nacional, correrão como convidados.
De Mato Grosso do Sul, o piloto Pedro Godoi participará da 150 cilindradas, categoria apenas entre pilotos brasileiros, criada especialmente para abrir as provas do Mundial neste fim de semana.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também